Por que a ação do Itaú é tão popular?

10/10/18 Autor: admin

Porque razão as ações do Itaú estão entre as mais negociadas na bolsa brasileira? Só nos últimos 10 dias de setembro foram 14,8 bilhões de operações envolvendo apenas uma das ações da empresa, a ITUB3. O que torna o Itaú uma empresa tão interessante para o investidor?
Quem investe em ações costuma procurar pelas chamadas blue chips. Blue chip é o nome que se dá a empresas que são mais consolidadas no mercado. Entre as ações que têm este perfil no mercado de capitais brasileiro está a do Itaú.
De acordo com a revista Forbes o Itaú é a maior empresa do Brasil, com US$ 50,9 bilhões de valor de mercado. Quando você compra a ação de uma empresa deste porte, você está apostando não apenas nela, mas também no desenvolvimento da economia do país.
As ações do Itaú fazem parte dos índices IBrX 100 e IBrX 50, que reúnem respectivamente as 100 e as 50 ações mais negociadas na B3. Este é um indicador de que as ações da empresa apresentam liquidez.
As ações do Itaú também têm participação relevante no Ibovespa, principal índice de mercado de ações brasileiro. Por isso, normalmente seu valor oscila alinhado ao mercado, exceto quando há notícias específicas que impactam o seu negócio. Isto também traz previsibilidade ao comportamento do ativo, o que traz segurança ao investidor.
Por conta dessas características, as ações do Itaú acabam sendo uma opção conservadora para quem quer aplicar sua poupança em renda variável. Isso porque a oscilação dos papeis acaba sendo mais previsível, o que traz segurança ao investidor. Isto afeta também as opções de ações do Itaú, que acabam sendo utilizadas pela tesouraria dos bancos em estratégias estruturadas de hedge.
O setor bancário interessa aos investidores porque é bastante conhecido dos analistas. E mais, este conhecimento consolidado permite que sejam feitas projeções mais precisas sobre a performance financeira das empresas e o potencial de mercado, o que também traz segurança ao investidor. Das 15 maiores empresas do mundo pelo ranking da Forbes, dez são instituições financeiras.
O setor bancário no Brasil também se destaca por apresentar resultados crescentes mesmo em tempos de crise. Em 2008, ano da fusão do Itaú com o Unibanco, a nova empresa já lucrava R$ 10,6 bilhões. Em 2017, a empresa fechou o ano com lucro de R$ 24,9 bilhões. O fato de atuar em diferentes negócios diferentes é fundamental para este resultado. Só como referência, 40,5% do retorno sobre o patrimônio (ROE, na sigla em inglês) tem origem em serviços e seguridade, e apenas 14,5% vem do mercado de crédito.
Ou seja, as ações do Itaú são populares porque elas trazem segurança e previsibilidade ao investidor.