O que são fundos de ações?

04/10/18 Autor: admin

Pesquisa revela que o mercado de ações é o preferido dos investidores brasileiros. O estudo realizado pela plataforma de conteúdo Empiricus, em parceria com pesquisadores do setor, analisou as respostas dos entrevistados que tiveram que escolher os preferidos entre 20 ativos financeiros que fazem parte de sua carteira de investimento.
Mas, você sabe o que são os fundos de ações e como eles funcionam? Esses Fundos são comercializados na Bolsa de Valores, que no caso do Brasil é a B3, e devem ter 67% da carteira voltada ao mercado de ações, que tem renda variável.
Os Fundos de Investimento em Ações são geridos por terceiros que são especializados no assunto, o que garante um risco controlado. Esse tipo de investimento permite que a pessoa ganhe lucros sobre a fração de coleções de ações do fundo a partir de uma quantia investida na compra de uma cota, que costuma incluir dezenas de empresas, que podem ser do mesmo segmento ou não.
Eles podem ser classificados entre passivos, quando as ações são alocadas para obter rendimentos atrelados a um índice; e ativos, quando a carteira de investimentos se baseia em análises macroeconômicas. Além disso, saiba que há incidência de Imposto de Renda (IR) fixo em 15% sobre o lucro do Fundo, independente do valor, diferente de outros investimentos que trabalham com tabela regressiva de imposto.

Como investir em Fundos de Ações?

No Brasil, o setor é regulamentado pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA), entidade que também representa bancos comerciais, corretoras de investimento, gestores de patrimônio, etc. Nesse segmento, os Fundos de Investimentos em Ações permitem a diversificação da carteira de investimentos em renda variável sem que o investidor precise lidar diretamente com elas, pois os títulos são gerenciados por intermediários especializados no assunto: os gestores.
Para adquirir uma cota de Fundo o investimento inicial geralmente começa a partir de R$1mil, mas, também, é possível encontrar fundos com valores a partir de R$500. No entanto, fique atento, pois existem diferentes tipos de Fundos de Investimentos em Ações, que seguem diferentes índices e indexações. A escolha entre eles vai depender principalmente do seu perfil de investimento, se mais conservador ou não, histórico de performance, riscos, objetivos, taxas, etc.
Uma dica importante, antes de escolher qual o seu Fundo de Ações: faça uma análise do histórico de desempenho do fundo, analisando o período mínimo de 3 anos, o que vai permitir ter uma ideia da evolução de seus ganhos ou perdas, para evitar prejuízos. Saiba também há quanto tempo ele existe, quanto mais antigo, mais confiável.
Em relação aos custos, esse tipo de investimento costuma apresentar taxa de administração, taxa de performance (cobrada apenas quando o rendimento supera o previsto para o mês), taxa de entrada (existente apenas em alguns casos) e taxa de saída (cobrada quando o consumidor realiza o resgate do dinheiro antes do prazo final limite definido pelo Fundo de Ações).